segunda-feira, 2 de setembro de 2013

Análise da obra:"O Juramento dos Horácios", de Jacques -Louis David



Le Serment des Horaces ( O Juramento dos Horácios) de Jacques-Louis David foi concluído em 1784, tem 3,3 por 4,25 metros, e foi encomendado pelo rei de França, Luís XVI. Encontra-se no Museu do Louvre, em Paris.
A pintura é uma representação de uma passagem da peça Horácio, do dramaturgo francês Pierre Corneille. Verdadeira ou lendária a luta entre Horácios e Curiácios foi registada, no século I a. C., pelo historiador Tito Lívio na obra "Ab Urbe Condita" . A cena representada refere-se às guerras entre Roma e Alba Longa, em 669 a.C. No reinado de Tullus Hostilius, deflagrou uma guerra entre Roma e Alba Longa para disputarem o domínio da Itália Central. Decidiu-se então, para evitar o derramamento de muito sangue e para salvar vidas de ambas as cidades, que a disputa se resolveria num combate mortal entre três irmãos romanos - os Horácios, e três irmãos albanos - os Curiácios, cujas famílias tinham relações familiares muito próximas. Da luta travada entre os dois grupos resultou a morte de dois irmãos Horácios. Os albanos festejavam já a vitória, quando o terceiro romano, Publius Horacius fingiu fugir.  Os Curiácios partiram em sua perseguição, decidindo a dada altura separar-se, seguindo cada um para seu lado, no encalce do adversário. Publius Horacius conseguiu enganá-los, voltando atrás e surpreendendo-os quando estavam separados. Apanhando-os a sós, eliminou-os um a um.
Publius retorna a Roma, atravessa as portas da cidade em triunfo, entre a aclamação do povo, mas ao chegar à praça principal encontra, entre a população, a sua  irmã Camila, que tinha ficado noiva de um dos irmãos Curiácios. Esta ao reconhecer o manto que o irmão trazia aos ombros, como sendo um que ela tinha feito para o seu amado, apercebeu-se da terrível verdade e começa a chorar.
Publius Horacius enfurece-se por a irmã derramar lágrimas por um inimigo, precisamente no momento em que comemorava a vitória de Roma. Então, de imediato desembainha a espada e mata-a, exclamando: "Assim morra todo aquele que chora um inimigo de Roma!".
As acções dos Horácios tornaram-se um símbolo do patriotismo romano, segundo o qual o Estado estava acima do indivíduo.
Jacques-Louis David pretendeu mostrar com a obra "O Juramento dos Horácios" que o cumprimento do dever está acima de qualquer sentimento pessoal, tal como o fizeram os três irmãos Horácios que juraram derrotar os inimigos ou morrer por Roma.
Na obra aparecem três homens vestindo trajes de luta, com os braços levantados em direcção a outro homem, que levanta três espadas ao alto. No lado direito da obra estão três mulheres sentadas, de olhos fechados, com gestos e expressões de consternação. Os três homens são os irmãos Horácios, prestando juramento de lealdade e solidariedade a Roma. O homem que segura as espadas e que toma o juramento é o pai Horácio, e atrás deles está Camila Horácio, de branco. No centro da pintura verifica-se a acção principal, o ritual de juramento, os homens apresentam expressões enérgicas. A atmosfera de virilidade e de robustez expressa-se nas quatro personagens, sob a frieza das  colunas dóricas ao fundo. Estas estão em contraposição às mulheres representadas, inertes e passivas. 
A obra, encomendada pelo rei Luís XVI, foi concluída em 1784 e exposta pela primeira vez em 1785.  A obra é considerada o paradigma da pintura neoclássica, convertendo-se em  modelo a ser seguido por pintores posteriores. Revela aspectos do final do período moderno, como a intenção da nobreza e monarquia em resgatar valores da Roma Antiga, como o civismo e a virtude, e o bem colectivo sobre os interesses individuais.

wikipedia (Imagens)

Arquivo: Jacques-Louis David, Le Serment des Horaces.jpg
O Juramento dos Horácios - Jacques -Louis David

Arquivo: Lille PDBA david horaces.JPG
Desenho preparatório da obra

Arquivo: Schhoraces4.jpg
As linhas rectas para os homens e as curvas para as mulheres

Arquivo: Schhoraces5.jpg
Ponto de fuga
Arquivo: Estudo para o Juramento dos Horácios Sabina.jpg
Estudo para Camila


Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.