sábado, 28 de fevereiro de 2015

Um Picasso roubado em Paris foi enviado para Nova Iorque como uma encomenda de 30 euros


Uma prenda de natal que nunca chegou a ser entregue. A pintura de Pablo Picasso La Coiffeuse (A cabeleireira), roubada em 2001 dos depósitos do Centro Pompidou de Paris, foi encontrada no aeroporto de Newark. A obra seguia numa encomenda marcada como “artesanato/brinquedo” onde se lia: Joyeux Noël (Feliz Natal). A obra vai ser devolvida a França.
O caso só foi revelado nesta sexta-feira mas aconteceu já em Dezembro, ainda antes do natal, quando as autoridades norte-americanas interceptaram a encomenda, que seguia da Bélgica para Nova Iorque via FedEx. O valor descrito do pacote era de 30 euros, quando na verdade em causa estava uma obra de um dos maiores mestres da arte.
Como acontece com grande regularidade, as encomendas transatlânticas passam muitas vezes pelo controlo alfandegário. Foi o que aconteceu com La Coiffeuse, de 33 cm x 46 cm. Tendo em conta o que ali foi encontrado, o quadro seguiu da alfândega para a divisão da polícia que investiga o tráfico internacional de obras de arte. “Encontrámos um verdadeiro tesouro”, reagiu à imprensa a fiscal Loretta Lynch, sem adiantar quaisquer informações sobre o destinatário da encomenda.
O New York Times escreve que a 17 de Dezembro, alguém de nome Robert com morada na Bélgica enviou a pintura a óleo para um armazém climatizado em Long Island, no estado de Nova Iorque.
O tesouro é nada mais nada menos que uma obra desaparecida há mais de dez anos e avaliada em cerca de 2,2 milhões de euros. A obra, pintada por Picasso em 1911,pertence à colecção do Estado francês e estava no Centro Pompidou de Paris. A última vez que foi exibida foi em 1998 em Munique. Depois desta exposição, La Coiffeuse foi armazenada no importante museu francês e só em 2001, quando um peodido de empréstimo deu entrada no Pompidou, é que se deu conta de que a pintura ali não estava. Nunca se conseguiu identificar o autor do crime.
As autoridades norte-americanas já garantiram que a obra será entregue em breve ao governo francês.
Fonte: Público
La Coiffeuse (A cabeleireira)

 

Sem comentários:

Enviar um comentário