domingo, 7 de junho de 2015

07 de Junho de 1848: Nasce o pintor Paul Gauguin.

No dia 4 de Abril de 1891, o pintor Paul Gauguin embarcou para o Taiti em busca de novas inspirações e sensações. O artista estava então no auge da fama e havia levado a efeito uma primeira revolução pictórica. A sua viagem iria ocasionar uma novidade e mudar a visão das pessoas sobre a Polinésia.

Paul Gauguin nasceu a 7 de Junho de 1848 na família de um jornalista republicano. Tinha como avó materna Flora Tristan, uma militante operária que reivindicava uma origem peruana e se dizia filha adulterina de Simón Bolívar. O seu pai, obrigado a exilar-se após o golpe de Estado de Luis Napoleão Bonaparte, levou a família a uma estadia de vários anos em Lima. Por força dessa experiência, o pintor cultivaria ao longo da sua existência supostas “origens incas".

Ao  aproximar-se dos 30 anos, Gauguin - empregado de uma casa de câmbio e pai de 5 filhos -  abandona o trabalho e depois a família para se dedicar plenamente à pintura. Ele chega a participar dos últimos lampejos do impressionismo para em seguida comprometer-se com a arte  simbolista e decorativa. Em busca de novas sensações,  estabelece-se em 1886 na Bretanha, onde se encontra com outros pintores de vanguarda.

Ao simplificar os seus desenhos e cores e ao abandonar o modelo e a perspectiva, o pintor  afasta-se da imitação da natureza. O seu estilo é adoptado pelos jovens artistas da escola de Pont-Aven, entre os quais Emile Bernard e Paul Sérusier, dando origem ao movimento dos ”Nabis”.

Em 1888, após uma viagem aventurosa pela América do Sul, Panamá e Martinica, Gauguin recebe a proposta de Vincent Van Gogh para se juntar a ele em Arles, na casa onde o pintor projectava criar o “Atelier do Meio Dia”. O encontro viria a ser marcado por discussões a ponto de Van Gogh, num momento de desespero, ter cortado a orelha.
De volta a Paris, Gauguin aproveita a venda de algumas telas para organizar a sua viagem ao Taiti.
No Taiti, colonizado pela França, o pintor buscou entre os indígenas maoris novas fontes de inspiração. Porém, a realidade trivial  decepciona-o e ele regressa à Europa em Julho de 1893.

No entanto, dois anos mais tarde, ele retorna ao Taiti e em Agosto de 1901, às Ilhas Marquesas, ainda virgens e distantes da civilização ocidental. Nos seus refúgios na Polinésia Francesa, Gauguin  comporta-se como um colono comum, reivindicativo em relação à administração, menosprezando os indígenas, amante do álcool e apreciador de mulheres jovens.

As suas pinturas e esculturas representam o amor triste e os olhos vagos dos indígenas. Marcadas de pontos de interrogação – de onde viemos? Quem somos? Para onde vamos? – elas traduzem as angústias de uma cultura em crise. Morre na miséria, abatido pelo alcoolismo, em 8 de Maio de 1903, nas Ilhas Marquesas.
Fontes: Opera Mundi
wikipedia (imagens)
File:Paul Gauguin 1891.png
Gauguin cerca de 1891
File:Paul Gauguin 044.jpg
A Sesta - Paul Gauguin
Paul Gauguin 056.jpg

Mulheres de Taiti na Praia Paul Gauguin

Sem comentários:

Enviar um comentário