terça-feira, 28 de julho de 2015

28 de Julho de 1945: Um bombardeiro do exército norte-americano choca com o Empire State Building, em Nova Iorque

No dia 1 de Maio de 1931, foi inaugurado em Nova Iorque o Empire State Building, na esquina entre a Quinta Avenida e a Rua 34 Oeste. Com 102 andares e 443 metros de altura, era o edifício mais alto da cidade e do mundo, e iria manter essa posição durante  41 anos, até à inauguração da Torre Norte do World Trade Center em 1972.
Uma tragédia abalou o Empire State Building pouco antes do final da Segunda Guerra Mundial. Em finais de Julho de 1945, o Mundo estava numa espécie de interlúdio militar, depois da vitória dos Aliados sobre a Alemanha que tivera lugar em 8 de Maio e quando se concertavam as operações que conduziriam à inevitável derrota do Japão. As atenções da imprensa mundial estavam concentradas na Conferência de Potsdam, na Alemanha.
Em Nova Iorque, o dia 28 de Julho foi um sábado de nevoeiro apesar de já se estar em pleno Verão. Cerca das 9H30 da manhã, o tenente-coronel que pilotava um bombardeiro B-25 que levantara voo de Boston nessa mesma manhã, pediu autorização para aterrar no Aeroporto La Guardia. A torre de controlo do aeroporto informou-o que as condições de visibilidade eram nulas. Mesmo assim o piloto insistiu em fazer a aproximação à pista. Foi um erro. Não se vendo um palmo à frente do nariz, às 9H40 o bombardeiro B-25 acabou por embater contra a fachada norte do Empire State Building à altura do 79º andar, que está situado a uns 300 metros de altura. Sendo sábado, o edifício tinha apenas aproximadamente 1.500 pessoas em vez das 10 a 15.000 que ali estariam num dia útil. Em consequência do embate e do incêndio que imediatamente deflagrou houve 14 mortos (3 no avião, 11 no edifício) e 26 feridos.
Os bombeiros conseguiram controlar o incêndio em 40 minutos. Não foram os únicos profissionais à altura da situação. Ernie Sisto, um destemido fotógrafo profissional, acompanhou as equipas de salvamento e, ultrapassando os dois andares onde se dera o principal impacto, conseguiu, pendurado dos parapeitos e agarrado pelas pernas por dois ajudantes, tirar a fotografia que serviu de capa ao New York Times do dia seguinte.
O acidente causou um prejuízo de 500 mil dólares, passados dois dias o edifício foi reaberto.

 wikipedia (imagens)



Sem comentários:

Enviar um comentário