sábado, 5 de setembro de 2015

05 de Setembro de 1774: Nasce o pintor romântico Caspar David Friedrich

Caspar David Friedrich nasceu no dia 5 de Setembro de 1774 em Greifswald , cidade alemã que na época fazia parte da Suécia e estudou na Academia de Copenhaga. Em 1798, instalou-se em Desden, onde se tornou membro de um circulo artístico e literário, imbuído de ideais do movimento romântico.
Os seus primeiros desenhos, delineados com lápis ou com sépia, exploravam motivos recorrentes no seu trabalho: praias rochosas, planícies áridas, cadeias infinitas de montanhas e árvores que se agigantavam em direcção ao céu. Mais tarde, o seu trabalho passou a reflectir uma resposta emocional ao cenário real e visível.
Friedrich começou a pintar óleos em 1807. Uma das suas primeira telas, A cruz nas montanhas, é bem representativa do amadurecimento do seu estilo. Nela, há um ousado rompimento com a pintura religiosa tradicional e um destaque especial para a paisagem. A figura do Cristo crucificado  reproduz-se em silhueta, criada pelo pôr-do-sol na montanha, dominando o ambiente. Como escreveu o próprio pintor, todos os elementos da composição tem um significado simbólico. As montanhas são alegorias da fé; os raios de sol simbolizam o fim do mundo pré-cristão; e os pinheiros marcam o surgimento da esperança. As cores frias mas ácidas de Friedrich, com brilhante luminosidade, e a variedade de contornos, aumentam o sentimento de melancolia, de isolamento, trazendo a sensação de impotência humana diante das forças da natureza expressas em suas pinturas.
Como membro efectivo da Academia de Dresden, Friedrich acabou por influenciar muitos pintores românticos alemães que vieram após ele. Ainda que a sua projecção tenha diminuído após a morte, é certo que os observadores do século XXI permanecem fascinados com sua imaginação.
wikipedia (imagens)
Retrato de Caspar David Friedrich por Gerhard von Kügelgen 

Viajante sobre o Mar de Névoa Caspar David Friedrich
Os Penhascos de Rügen -  Caspar David Friedrich

Sem comentários:

Enviar um comentário