sexta-feira, 11 de dezembro de 2015

11 de Dezembro de 1475: Nasce o Papa Leão X

Papa italiano, filho de Lourenço de Médicis e de Chiara Orsini, João nasceu a 11 de dezembro de 1475, em Florença. Foi educado por Angelo Poliziano, em 1482 foi tonsurado, sendo nomeado protonotário apostólico algum tempo depois, e cardeal aos treze anos. Estudou Direito Canónico em Pisa e em 1492, quando o seu pai faleceu, a sua vida ficou em perigo na cidade natal devido aos distúrbios causados pelos inimigos da família, vendo-se o futuro papa obrigado a refugiar-se em Urbino, com mais alguns parentes.
No ano de 1500 estabeleceu-se em Roma, no palácio Madama, desde onde patrocinava e protegia os artistas, o que continuou a fazer ao longo da sua vida.
Concluiu o Concílio de Latrão, iniciado por Júlio II, e perdoou os cardeais que tinham participado no de Pisa. A luta com França pela posse de territórios italianos terminou apenas em 1515, com a vitória francesa em Marignano. Ficaram assim as possessões do Sul de Itália nas mãos dos espanhóis e as do Norte nas dos franceses, existindo além destas os Estados Pontifícios e a República de Veneza.
O pontífice foi alvo de uma tentativa de assassinato, uma vez que deu o ducado de Urbino, pertencente ao desleal cardeal Francesco della Rovere, ao seu sobrinho, Lourenço de Médicis. Mas o intento falhou e foi executado o fautor da ideia, o cardeal Petrucci, sendo os restantes presos e posteriormente libertos depois de pagarem elevadíssimas quantias.
Em pleno Renascimento, era muito o fausto e o dinheiro gasto, tendo-se recorrido para fazer face às despesas a meios tão criticáveis como a venda de indulgências, de ofícios e outros similares. Foi então que surgiram as noventa e cinco teses de Martinho Lutero (excomungado em 1521), elaboradas apenas com a intenção de serem debatidas no Concílio de Latrão mas que conheceram uma rapidíssima aceitação popular pelo descontentamento que provocavam os pesados encargos impostos pela Igreja.
Faleceu a 1 de dezembro de 1521 sendo sepultado na basílica do Vaticano, foi transferido no papado de Paulo III para a igreja de Santa Maria sopra Minerva.
Leão X. In Infopédia [Em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2013.
wikipedia (imagens)

Ficheiro:Raffael 040.jpg
 Leão X com os cardeais Giulio de Medici e Luigi de Rosssi - Rafael



Hanno (c. 1510  8 de Junho de 1516), ou Annone em italiano, foi o elefante branco, ou albino, mascote do papa Leão X, oferecido, na ocasião da sua coroação, por El-Rei D. Manuel I. O seu nome ter-lhe-ia sido dado em honra do general cartaginês com o mesmo nome.

Sem comentários:

Enviar um comentário