sábado, 12 de dezembro de 2015

12 de Dezembro de 1901: Marconi efectua a primeira comunicação por telegrafia sem fios, entre o Reino Unido e S. João da Terra Nova.

O físico italiano Guglielmo Marconi conseguiu enviar em 12 de Dezembro de 1901 uma mensagem em código Morse desde Poldhu, Cornualha, Inglaterra até à Terra Nova, Canadá. O sinal “S” recebido por Percy Wright, atravessou uma distância de mais de 3 mil quilómetros através do Oceano Atlântico. Marconi refutava assim quem afirmavam que a curvatura da Terra limitaria a transmissão a 300 quilómetros ou menos. Pelas suas pesquisas radiofónicas, Marconi receberia o Prémio Nobel da Física em 1909.
Nascido em Bolonha, em 1874 de pai italiano e mãe irlandesa, Marconi estudou física, tornando-se interessado na transmissão por ondas de rádio depois de ter tomado conhecimento das experiências do físico alemão Heinrich Hertz. Deu início às suas próprias experiências em Bolonha a partir de 1894, sendo bem-sucedido em enviar um sinal de rádio a uma distância de 2,5 quilómetros. 
Como recebeu pouco apoio pelas suas experiências em Itália, viajou para a Inglaterra em 1896. Constituiu uma companhia telegráfica sem fios e pouco depois já estava a enviar transmissões a distâncias superiores a 15 quilómetros. Em 1899, conseguiu emitir uma transmissão através do Canal da Mancha.
Naquele mesmo ano, equipou dois navios norte-americanos com o fim de enviar reportagens aos jornais de Nova Iorque a respeito do andamento da prova Copa da América. Esse intento bem-sucedido despertou enorme expectativa em Marconi e na  sua empresa de comunicação sem fios.
A maior façanha de Marconi ocorreu em 12 de Dezembro de 1901 quando recebeu uma mensagem enviada da Inglaterra para São João, na Terra Nova. A transmissão transatlântica granjeou-lhe fama internacional. Ironicamente, os detratores do projecto estavam certos quando declararam que as ondas de rádio não seguiriam a curvatura da Terra, como Marconi acreditava. 
Na verdade, o sinal de áadio transatlântico de Marconi seguiu rumo ao espaço, foi reflectido na ionosfera, dirigindo-se em direcção ao Canadá. Muitas questões permaneceram no ar a respeito do comportamento das ondas de rádio e o papel da atmosfera nas transmissões radiofónicas. Marconi continuaria a desempenhar um papel de protagonista nas descobertas e inovações radiofónicas durante as três décadas seguintes.
Em 1909, foi contemplado com o Prémio Nobel de Física juntamente com o inovador do rádio, o físico alemão Ferdinand Braun. Após ter efectuado transmissões de rádio de pontos distantes como da Inglaterra para a Austrália, Marconi voltou as suas energias para experiências com ondas curtas de rádio, mais poderosas.
Morreu em 1937. No dia do seu funeral todas as estações da BBC guardaram dois minutos de silêncio, interrompendo totalmente as suas transmissões, em homenagem a Marconi pelas suas contribuições para o desenvolvimento da rádio.

Fontes: Opera Mundi
wikipedia (imagens)


Guglielmo Marconi


Marconi e a esposa c. 1910

Sem comentários:

Enviar um comentário