quinta-feira, 11 de fevereiro de 2016

11 de Fevereiro de 1847: Nasce o inventor norte-americano Thomas Alva Edison

Thomas Edison foi um inventor norte-americano (1847-1931), registou mais de 1000 patentes na área da tecnologia, incluindo a lâmpada elétrica incandescente, o fonógrafo e o aparelho de projeção. Nascido em 11 de fevereiro de 1847 na cidade de Ohio, Thomas Alva Edison, conhecido como “o Feiticeiro de Menlo Park”, foi um dos primeiros inventores a aplicar os princípios da produção maciça ao processo da invenção. Sendo amplamente considerado o maior inventor de todos os tempos. Não só mudou o mundo em que vivia, como também o mundo em que vivemos através das suas maravilhosas invenções.
Ainda criança, apresentou problemas de audição e cresceu com a deficiência. De família de origem pobre, trabalhou para sobreviver desde os 12 anos de idade, vendendo jornais durante viagens de comboio. Depois, num vagão que lhe foi cedido, montou uma prensa de impressão e fundou o jornal Weekly Herald que redigia, imprimia e vendia durante as viagens. Nos tempos livres, dedicava-se ao estudo de física, mecânica e química e fazia experiências no vagão. No decorrer de uma experiência pegou fogo ao vagão, sendo obrigado a mudar de emprego. Foi então trabalhar para um posto de telégrafo, emprego que ocupou até à Guerra Civil (1861-1865). Aos 17 anos de idade registou a primeira patente - um telégrafo duplo. Ao aperceber-se da necessidade de comunicações rápidas, durante a guerra, dedicou-se às invenções neste campo. Tornou-se rico e famoso, criando o primeiro centro de investigação fora da Universidade. A sua descoberta, denominada "efeito de Edison", fenómeno que consiste na emissão de eletrões por metais incandescentes, está na base da lâmpada de díodo.Edison desempenhou um papel fundamental nos campos das comunicações e da eletricidade.
Thomas Edison. In Infopédia [Em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2012.
wikipedia (imagens)


"O génio consiste em um por cento de inspiração e noventa e nove por cento de transpiração."

Thomas Alva Edison (in Revista Harper's, Setembro de 1932)


Sem comentários:

Enviar um comentário