segunda-feira, 22 de fevereiro de 2016

22 de Fevereiro de 1512: Morre o navegador italiano Américo Vespúcio

Navegador florentino, nascido a 9 de Março de 1454* e falecido em 1512, efectuou várias viagens, cuja extensão edestino são, contudo, altamente controversos, pois os documentos que nos chegaram são poucofidedignos. Américo Vespúcio era de uma família tradicional e aristocrática de Florença. Desde os 17 anos trabalhou para os poderosos Médicis, como contador na casa bancária da referida família.
Enviado em 1489 a Sevilha, Vespúcio conheceu Giannoto Berardi, sócio dos Médicis e um conhecido financiador e armador de navios. Através dele, Vespúcio conheceu Colombo, logo após o retorno do navegador da sua primeira viagem (1492-93).
A 18 de Maio de 1499, partiu com a expedição de Alonso de Hojeda (que provavelmente ajudou a financiar). Saindo de Cádis  as caravelas alcançaram a costa norte da América do Sul (Suriname, Trindade  Haiti, etc.) e retornaram a Espanha a 8 de Junho de 1500.
No mês seguinte Vespúcio escreveu ao seu antigo patrão, Lourenço de Médicis, não só omitindo o nome de Hojeda, mas colocando-se na posição de comando. D. Manuel I, entusiasmado com as notícias de Vespúcio e com as informações sobre a Terra de Santa Cruz, trazidas por integrantes da esquadra de Cabral, organizou outra expedição ao Brasil, confiando-a ao florentino.
A princípio Vespúcio hesitou, ainda cansado, e em conflito se deveria navegar sob a bandeira portuguesa. Mesmo assim, partiu de Lisboa a 13 de Maio de 1501 sob o comando de Gonçalo Dias. A frota navegou rumo às ilhas Canárias. Parando em Bezeguiche (actual Dacar, Senegal), próximo a Cabo Verde, encontrou-se com o navio de Diogo Dias e com a caravela Nossa Senhora Anunciada, que aguardava o resto da esquadra de Cabral.
Nesse encontro, Vespúcio pode colher preciosas informações com Gaspar da Gama e teve a certeza de que estavam a falar sobre um novo continente. Em Agosto de 1501, as três caravelas da esquadra de Gonçalo Coelho ancoram na Praia de Marcos, litoral do actual Rio Grande do Norte. O contacto com os nativos não foi amistoso e os viajantes puderam ver um dos marinheiros ser devorado pelos índios.
Gonçalo Coelho achou melhor zarpar do local, contornando o litoral do Brasil rumo ao sul. Munidos de um calendário Litúrgico, começaram a baptizar os lugares onde atracavam, com nome de santos do respectivo dia. Como exemplo, em 1 de Novembro de 1501 à baía, denominada Baía de Todos os Santos. Em 1 de Janeiro de 1502 os tripulantes deparam-se com o que pensavam ser a foz de um rio, baptizando o local com o nome de Rio de Janeiro.
De regresso a Lisboa em 1502, Vespúcio escreveu a Lourenço de Médicis e falou das árvores (inclusive do pau-brasil), dos frutos saborosos, dos animais e dos habitantes de "corpo bem feito" do novo mundo.
No ano seguinte uma nova expedição foi formada, com Gonçalo Coelho novamente no comando. A 10 de Agosto a frota avistou um arquipélago (Fernando de Noronha) e Gonçalo Coelho, atingindo alguns recifes, naufragou. Pediu então a Vespúcio que procurasse um porto e o aguardasse. Após oito dias, Vespúcio descobriu que os outros navios o tinham abandonado. Com os seus companheiros, prosseguiu a viagem e construiu uma feitoria (provavelmente em Cabo Frio), recolhendo pau-brasil para levar para Portugal.
Quando retornou à Europa, já havia sido publicado na Alemanha um panfleto em latim, com quinze páginas, narrando uma viagem de Vespúcio ao "Novo Mundo". A popularidade trazida pelas narrativas converteu-o num dos textos mais vendidos à época. Foi o cartógrafo Martin Waldseemüller quem primeiro nomeou o novo continente de América, em sua homenagem.
Vespúcio permaneceu alguns meses em Lisboa após a sua terceira viagem, mas no ano seguinte, de volta à Espanha, recebeu em 24 de Abril de 1505, a naturalização por parte da Corte espanhola. Também após o seu regresso a Sevilha, Vespúcio casou-se com Maria Cerezo.
*Não existe certeza quanto à data de nascimento

Fontes:educacao.uol.com.br
wikipedia (imagens)
Américo Vespúcio. In Infopédia [Em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2013. 

)
Retrato de  Américo Vespúcio enquanto criança, parte de Madonna della Misericordia  de Domenico Ghirlandaio  

Ficheiro:Amerigo Vespucci.jpg
File:Vespucci arrives in New World.jpg
A chegada de Américo Vespúcio ao Novo Mundo

Sem comentários:

Enviar um comentário