quinta-feira, 14 de abril de 2016

14 de Abril de 1865: Abraham Lincoln,Presidente dos Estados Unidos, é alvejado a tiro, no Teatro Ford, em Washington. Morrerá na manhã seguinte.

Somente uma semana depois da capitulação do general sulista Robert Lee, rendido com o seu numeroso exército, em Appomattox Court House, Virginia, terminando efectivamente com a Guerra Civil americana, exatamente no dia 14 de Abril de 1865, Abraham Lincoln é ferido mortalmente. O local foi o Ford’s Theatre, em Washington, o autor do crime, um certo John Wilkes Booth, partidário fervoroso dos sulistas. Ele atira à queima-roupa sobre o presidente que morre pelo ferimento recebido na manhã seguinte. Lincoln falece antes de poder assistir à ratificação da 13ª Emenda à Constituição dos Estados Unidos que aboliu a escravidão.
Booth, nascido em Maryland em 1838, que permaneceu no Norte a despeito das suas simpatias pelos Confederados, tramou inicialmente capturar o presidente Lincoln para levá-lo a Richmond, a capital confederada. Contudo, em 20 de Março de 1865, o dia do planeado sequestro, o presidente não comparecer ao local onde Booth e os seus seis cúmplices o esperavam. Duas semanas mais tarde Richmond caiu ante as forças da União. Em Abril, com os exércitos confederados à beira do colapso em todo o Sul, Booth urdiu um plano desesperado para salvar a Confederação. Tomando conhecimento que Lincoln assistiria ao espectáculo "Our American Cousin" no Ford's Theater em 14 de Abril, Booth planeou o assassinato simultâneo de Lincoln, do vice-presidente Andrew Johnson e do Secretário de Estado, William H. Seward. Eliminando o presidente e dois dos seus possíveis sucessores, Booth esperava desorganizar totalmente o governo.
Na tarde de 14 de Abril, o conspirador Lewis T. Powell invadiu a casa do Secretário de Estado Seward, ferindo-o e a três outros seriamente, enquanto George A. Atzerodt, encarregou-se do vice-presidente Johnson, apavorou-se e fugiu. Minutos após as 10 horas da noite, Booth entrou, sem ser notado, no camarote privativo de Lincoln e atirou, alvejando o presidente com uma única bala na parte posterior de sua cabeça. Golpeando um oficial do exército que correu atrás dele, Booth saltou sobre o palco e gritou "Sic semper tyrannis! [É assim com os tiranos]—o Sul está vingado!”
Embora Booth tenha fracturado a sua perna ao saltar do camarote de Lincoln, conseguiu fugir de Washington montado num cavalo. O presidente, mortalmente ferido, foi levado para um albergue em frente ao teatro. Às 7h22 da manhã seguinte, Lincoln, 56 anos, morreu. Era o primeiro presidente norte-americano a ser assassinado. Booth, perseguido pelo exército e outras forças secretas, foi finalmente encurralado num estábulo perto de Bowling Green, Virginia, e morreu possivelmente do ferimento causado por um tiro auto-infligido enquanto o estábulo era consumido pelo fogo. Das outras 8 pessoas envolvidas na conspiração, quatro foram enforcadas e quatro foram presas. Lincoln, o 16º presidente dos Estados Unidos foi enterrado no dia 4 de Maio de 1865 em Springfield, Illinois.


 Fontes:Opera Mundi
 wikipedia (imagens)
File:AbrahamLincolnOilPainting1869Restored.jpg
Retrato oficial de Abraham Lincoln - George Peter Alexander Healy


O assassinato de  Abraham Lincoln. Da esquerda para a direita: Henry Rathbone, Clara Harris, Mary Todd Lincoln, Abraham Lincoln e John Wilkes Booth
Ficheiro:The Assassination of President Lincoln - Currier and Ives 2.png

Sem comentários:

Enviar um comentário