segunda-feira, 30 de maio de 2016

30 de Maio de 1536: Henrique VIII casa-se com Jane Seymour, 11 dias depois da execução de Ana Bolena.

Jane Seymour nasceu em Wolf hall, filha de Sir John Seymour e Margery Wentworth. Através do seu avô materno era  bisneta do rei Eduardo III de Inglaterra. Ela e o rei Henrique VIII eram primos em quinto grau. Jane era prima em segundo grau da sua antecessora Ana Bolena, tinham a mesma bisavó, Elizabeth Cheney. A sua data de nascimento é uma questão de debate. Ela é geralmente creditada como 1509 ou até mesmo 1510, mas tem-se observado que no seu funeral, 29 mulheres caminharam em sucessão. Como era habitual que cada uma das damas de uma falecida representassem 1 ano da sua vida, tal implicaria  que ela tivesse nascido  em 1508 ou 1507 e que ainda não havia comemorado seu 30º aniversário.

Tornou-se dama de companhia da Rainha Catarina em 1532, porém pode tê-la servido antes, em 1527 e após o divórcio de Henrique VIII e Catarina, Jane passou a servir a sua antecessora Ana Bolena. O primeiro relato de interesse de Henrique VIII em Jane Seymour foi no começo de 1536, pouco antes da morte de Catarina de Aragão.

Registos dizem que Jane tinha um rosto infantil e uma personalidade modesta.

Henrique VIII casou-se com Jane no Palácio de Whitehall em Londres, no dia 30 de Maio de 1536, apenas 11 dias após a execução de Ana Bolena. Como parte dos preparativos para o casamento real, os emblemas de falcão e as iniciais de Ana foram rapidamente substituídas por emblemas pessoais de Jane, uma fénix passando por um castelo  a arder e rosas Tudor pintadas de vermelho e branco. Como votos para o casamento real, David Starkey afirma que Henrique VIII teria feito o mesmo em cada um dos seus casamentos. O rei jurou:

“Eu, Henrique, tomo-te como minha esposa em matrimónio, para ter e manter-te deste dia em diante, para o melhor ou pior, na riqueza ou na pobreza, na saúde e na doença, até que a morte nos separe e além disso eu comprometo a ti a minha fidelidade. “

De acordo com Alison Weir, o casamento de Jane com o rei foi marcado por celebrações públicas, mas de acordo com a biógrafa de Jane, Elizabeth Norton, o casamento foi mantido em segredo por alguns dias e como aconteceu com o casamento de Henrique com Ana, não houve anúncio oficial  em vez disso, Jane foi gradualmente sendo apresentada ao povo como rainha.

Jane estabeleceria uma estreita relação com a primogénita de Henrique, Maria Tudor. Os alegres, luxuosos e extravagantes espectáculos reais, que haviam atingido o seu auge durante o tempo de Ana Bolena, foram substituídos por uma rigorosa aplicação de decoro. Jane proibiu a moda francesa que Ana Bolena anteriormente havia introduzido. Conservadora politicamente, o seu único envolvimento relatado em assuntos nacionais foi em 1536, quando solicitou ao rei perdão para os participantes na peregrinação da Graça. Sendo prontamente advertida por Henrique sobre o destino que a sua antecessora encontrou, quando “interferiu nos seus assuntos”.

No início de 1537, Jane ficou grávida. Em Setembro de 1537  deu à luz o tão cobiçado herdeiro varão, o futuro rei Eduardo VI de Inglaterra, às 2 horas da manhã do dia 12 de Outubro de 1537, no Palácio de Hampton Court.

Eduardo foi baptizado no dia 15 de Outubro de 1537, sem a presença da sua mãe. Ambas as filhas do rei, Maria e Elizabeth, estiveram presentes e acompanharam a criança durante a cerimónia. Após o baptismo, ficou claro que Jane Seymour estava seriamente doente.

O parto de Jane Seymour havia sido difícil, durando duas noites e três dias, provavelmente porque o bebe não estava bem posicionado. Segundo a biógrafa do Rei Eduardo, Jennifer Loach, a morte de Jane Seymour pode ter sido devido a uma infecção bacteriana contraída durante o parto. Jane Seymour morreu no dia 24 de Outubro de 1537, no Palácio de Hampton Court.

O seu funeral realizou-se no dia 12 de Novembro de 1537 na Capela de St. George, no Castelo de Windsor. Jane foi a única das esposas de Henrique a receber o funeral de uma Rainha. Quando morreu em 1547, Henrique foi enterrado ao lado de Jane no túmulo que havia feito para ela, a seu pedido.
wikipedia (imagens)
Jane Seymour
O jovem Eduardo com Henrique e Jane Seymour, c. 1545. Na época em que esta pintura foi feita, Henrique já estava casado com a  sua sexta esposa

Sem comentários:

Enviar um comentário