terça-feira, 14 de junho de 2016

14 de Junho de 1940: II Guerra Mundial. As tropas de Hitler ocupam Paris

A Wehrmacht entra em Paris no dia 14 de Junho de 1940 . O primeiro acto das tropas ocupantes foi de retirar a bandeira tricolor que se encontrava no Ministério da Marinha e hastear a bandeira com a cruz suástica no alto do Arco do Triunfo. No dia 17 de Junho, o marechal Petain, que acabara de ser nomeado presidente do Conselho de Ministros, assinaria o armistício. A capital francesa seria libertada somente em 25 de Agosto de 1944. 

A população parisiense que ainda permanecia na cidade foi acordada com altifalantes amplificando vozes com acentuado sotaque alemão, anunciando que um toque de recolher iria ser  imposto a partir das 8 horas da manhã, enquanto as tropas nazis invadiam e ocupavam a cidade-luz. 

O primeiro-ministro britânico Winston Churchill havia tentado durante dias convencer o governo francês a resistir e não ceder em nome da paz, que os Estados Unidos entrariam na Guerra e viriam em auxílio da França. O primeiro-ministro francês, Paul Reynaud, telegrafou ao presidente Franklin Roosevelt, pedindo ajuda na forma de uma declaração de Guerra à Alemanha, e se isso não fosse possível que enviasse uma ajuda militar necessária. Roosevelt replicou dizendo que os Estados Unidos estavam prontos para enviar material bélico – ele, pessoalmente, mostrou-se disposto que esta promessa fosse tornada pública – mas o Secretário de Estado, Cordell Hull, opôs-se à publicação, sabendo que Hitler, tanto quanto os Aliados, tomariam essa declaração pública de ajuda como um prelúdio a uma declaração formal de guerra. Enquanto o envio de material foi sendo adiado, nenhum compromisso formal e público foi assumido. 

Entretanto, os blindados alemães rolavam pelas ruas de Paris. Dois milhões de parisienses já haviam abandonado a cidade e com justa razão. Logo em seguida, a Gestapo, a polícia política de Hitler, começou a agir: prisões, interrogatórios e espionagem estavam na ordem do dia, ao mesmo tempo em que uma gigantesca suástica flamejava sob o Arco do Triunfo. 

Enquanto os parisienses que permaneceram na cidade sentiam-se presos e desesperados, os franceses do oeste do país aclamavam as tropas do Canadá que avançavam na sua região, oferecendo a possibilidade de uma França livre desde então. 

Os Estados Unidos não ficaram completamente parados diante da situação, porém Roosevelt limitou-se a congelar os bens das potências do Eixo, Alemanha e Itália. 
Fontes: Opera Mundi
wikipedia (imagens)

Tropas alemãs desfilam embaixo do Arco do Triunfo em Paris, 14 de Junho de 1940
Hitler em Paris, 30 de Julho de 1940

Sem comentários:

Enviar um comentário