sábado, 16 de julho de 2016

16 de Julho de 1796: Nasce o pintor francês Jean Baptiste Camille Corot

Pintor francês, Jean-Baptiste Camille Corot nasceu em 1796, em Paris. Estudando inicialmente no liceu de Rouen, mais tardiamente se interessou pelos estudos artísticos o que o levou, com a idade de 26 anos, a estudar com os mestres Michallon e Victor Bertin. Em 1825 partiu para Roma com intenção de continuar a sua formação. Nesta cidade, enquanto discípulo de Aligny, Corot tomou contacto com a obra de alguns paisagistas, como Poussin, o que permitiu enriquecer a sua linguagem pictórica, ainda bastante académica e classicista. De entre os trabalhos realizados neste período destacam-se os quadros "Vista desde Narni", executada em 1926, "Campos de Roma", datada de 1827 ou "O Coliseu visto da Basílica de Constantino". O aspeto mais revolucionário destas pinturas é o facto de terem sido executadas ao ar livre, respondendo a objetivos de realismo e à vontade de fixar os subtis efeitos e a atmosfera determinadas pela luz. Apesar desta tendência naturalista, Corot não deixou de abordar temáticas historicistas ou a reconstituição de cenas míticas.
No ano seguinte o artista voltou para França, desenvolvendo o seu trabalho na região de Fontainebleau e na Ville d'Avray (onde o seu pai tinha comprado uma casa), juntando-se regularmente aos pintores do grupo de Barbizon. Estes quadros foram regularmente expostos nos vários Salões parisienses o que muito contribuiu para o reconhecimento público do pintor.Autor de uma vastíssima obra pictórica, de entre a qual constam cerca de três mil quadros, Corot desenvolveu um percurso artístico de grande serenidade e continuidade no qual as transições estéticas se realizam sem rutura. Se o período criativo inicial de Corot estava fortemente ligado a pintores tardo-barrocos do século XVIII, a fase de maturidade levou o a desenvolver uma linguagem bastante original e revolucionária que constituiu um dos fundamentos do movimento impressionista. Desta fase salientam-se as telas "A Catedral de Chartres", caracterizada por uma delicada combinação de cores e tons e "A vila de Avray", realizada entre 1867 e 1870, marcada igualmente pela delicadeza e subtilidade dos suaves tons pastel que evocam atmosfera onírica.
Para além da paisagem, Corot abordou, durante os últimos anos de vida, outros géneros, como o retrato ou o estudo da figura humana, produzindo um conjunto de pinturas de sabor poético de entre as quais se destaca o quadro "A Marieta".
Camille Corot morreu em Paris em 1875.
Corot. In Infopédia [Em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2012.
wikipedia (imagens)
*Algumas fontes indicam 17 de Julho como o dia de nascimento
Ficheiro:Camille Corot-Nadar corrected.jpg
Jean Baptiste Camille Corot por Félix Nadar
Ficheiro:Camille Corot auto-retrato.jpg
Auto retrato com paleta

Arquivo: Louvre Corot florence rf2598.jpg

Vista de Florença a partir dos Jardins de Boboli

Sem comentários:

Enviar um comentário