quinta-feira, 6 de outubro de 2016

06 de Outubro de 1887:Nasce o arquitecto Le Corbusier

Charles Édouard Jeanneret-Gris, mais conhecido como Le Corbusier, arquitecto e teórico da arquitectura, engenheiro, desenhador e pintor suíço naturalizado francês, nasceu no dia 6 de Outubro de 1887.
É considerado um dos mais notórios expoentes da arquitectura moderna, ao lado de Oscar Niemeyer, Frank Lloyd Wright, Walter Gropius, Alvar Aalto e Ludwig Mies van der Rohe.
Aos 29 anos mudou-se para Paris onde adoptou o pseudónimo Le Corbusier, variação do sobrenome do seu avô materno Lecorbesier. O seu pai se dedicava-se a laquear caixas de relógios e a sua mãe foi pianista e professora de música.

Em 1900, começou a sua aprendizagem como gravador na Escola de Arte da sua cidade natal. Um dos seus professores  orientou-o para a arquitectura. Em 1905 desenhou o seu primeiro edifício, uma casa para um membro da Escola de Arte, que ainda não levava o seu selo característico.
Já em Paris, trabalhou durante 15 meses no estúdio de Auguste Perret, arquicteto pioneiro na técnica de construção em betão armado. Em seguida, viajou para a Alemanha a fim de estudar as tendências arquitectónicas. Ali, trabalhou na oficina de Peter Behrens, onde conheceu Van der Rohe e Gropius. A partir de 1911, foi professor durante dois anos no departamento de arquitectura da Escola de Arte de Paris.
Em 1918 editou a revista L’Esprit Nouveau  com o pintor Amadeo Ozenfant, quando assentaram as bases do Purismo. Em 1922, passou a trabalhar com o seu primo Pierre Jeanneret, com quem manteve sociedade até 1940. Inicialmente, o escritorio só projectava edificios residenciais. Porém, como urbanistas, projectaram conceitualmente uma cidade de 3 milhões de habitantes, a Cidade Contemporânea
Em Outubro de 1929, realizou em Buenos Aires um ciclo de dez conferências. Na viagem visitou também o Rio de Janeiro, Montevideu e Assunção. A única obra de Le Corbusier na Argentina é a Casa Curutchet, uma vivenda famuiliar construída em La Plata entre 1949 e 1953. No Brasil, construiu a sede do Ministério da Educação e Cultura no Rio de Janeiro e a Embaixada da França em Brasília em colaboração com Lúcio Costa e Oscar Niemeyer.
Le Corbusier foi também um eminente teórico da arquitectura. Escreveu livros nos quais exemplificava as suas ideias mediante projectos próprios. À parte de saber criar bons edifícios era necessário saber explicá-los e transmiti-los aos profissionais e estudantes.Visionário, Le Corbusier via a possibilidade de mudar o mundo por meio da arquitectura. Se bem que nunca se aliou a qualquer grupo político, a sua postura  acercava-se à de um liberal e como tal, todo o seu trabalho tinha objectivos utópicos.
A sua definição de vivenda era “a máquina para viver”. Com isso, dava ênfase não só à componente funcional da habitação mas também que essa funcionalidade deve estar destinada a “viver”, compreendida desde o ponto de vista metafísico. Para ele o objectivo da arquitectura era gerar beleza e esta deveria repercutir-se na forma de vida dos ocupantes da edificação.
Le Corbusier estava deslumbrado pelas então ‘novas máquinas’, em especial automóveis e aviões. Essas máquinas tinham desenhos práticos e funcionais e serviam de modelo para uma arquitectura cuja beleza se baseava na funcionalidade: o racionalismo. O primeiro ensaio de construção em série é formulado no projecto das casas Citrohän e representam o primeiro ensaio importante sobre uma vivenda em série que se pode construir a partir de elementos estandardizados.
A sua arquitectura resulta ser altamente racionalista, depurada, com emprego de materiais sem dissimulá-los, sem adornos, sem elementos supérfluos e com excelente aproveitamento da luz e das perspectivas de conjunto, dando uma sensação de liberdade e facilidade de movimentos.
Hoje em dia, a obra e o pensamento de Le Corbusier seguem vigentes tanto na prática como no ensino e na teoria da arquitectura. Como uma das figuras emblemáticas da arquitectura moderna, a sua evolução tem nele e nas  suas obras uma referência directa.
Fontes: Opera Mundi
wikipedia (imagens)
Le Corbusier 1933.JPG
Notre-Dame-du-Haut 
Image illustrative de l'article Chapelle Notre-Dame-du-Haut
Villa Savoye

Igreja  Saint-PierreFirminy,França

Sem comentários:

Enviar um comentário