sábado, 8 de outubro de 2016

08 de Outubro de 201 d.C.: Data provável da morte do médico e filósofo Cláudio Galeno

Cláudio Galeno, ou simplesmente Galeno, foi um médico grego que em Roma reviveu as ideias de Hipócrates e outros médicos gregos. A sua influência foi tão grande que o nome, Galeno, se transformou na língua espanhola em sinónimo de médico, doutor,. Morreu presumivelmente em 201 d. C. 

Galeno nasceu em 131 d. C. Estudou na famosa escola de medicina de Alexandria no Egipto. Aos 28 anos, tornou-se cirurgião numa escola de gladiadores e em 161, mudou-se para Roma, aparentemente só em busca de fama e fortuna. Ganhou prestígio como médico após curar o filósofo peripatético Eudemo de Sidon, que havia sido desenganado por outros médicos. 
Galeno conquistou fama, mas para os romanos isto era demasiado. Em 166, foi obrigado a deixar a cidade. Dois anos depois regressou, atendendo a um convite do imperador Marco Aurélio, para actuar como médico da família imperial em Roma e também para auxiliá-lo na guerra contra os germanos. Protegido, Galeno permaneceu na cidade até à morte, aos 70 anos. 
Deu grande ênfase à observação clínica, examinando o paciente meticulosamente, anotando os seus sintomas. Aceitou a proposta de Hipócrates de Cós (460-377 a.C.) de que a doença é decorrente do desequilíbrio entre o sangue, a fleuma (pituíta), a bile amarela (bílis) e a bile negra (atrabílis). Acreditava também no poder curativo da natureza, desenvolvendo tratamentos para restaurar o equilíbrio dos 4 humores. 
 
Ele transferiu para o comportamento das pessoas a noção de equilíbrio e harmonia dos humores. As expressões "bom humor", "mau humor" são reminiscências desses conceitos. Haveria igualmente uma correspondência entre os 4 humores e os 4 elementos físicos constitutivos da realidade (fogo, água, ar, terra), as estações do ano (verão, inverno, primavera, outono), as idades da vida e as horas do dia (o meio dia, a noite, a manhã, o entardecer). 

Galeno acreditava no emprego dos opostos – se uma pessoa parecia ter febre, tratava com algo frio; se alguém aparecesse com frio, tratava com calor. Às pessoas debilitadas recomendava árduos exercícios físicos a fim de fortalecer os músculos. Recomendava às pessoas com problemas respiratórios exercícios de canto. 

Galeno ampliava os seus conhecimentos de anatomia dissecando porcos e macacos africanos, pela singular semelhança com o organismo humano, estudando a sua estrutura óssea e muscular. Estudou também como o organismo humano funciona, concentrando-se no movimento do sangue e no funcionamento do sistema nervoso. 
Escreveu mais de 400 livros, notadamente sobre medicina, entre eles um catálogo de toda a sua obra denominado de ‘Os Meus Livros’, ordenando os estudos em sete grupos: anatomia, patologia, terapêutica, diagnóstico e prognóstico, comentários a Hipócrates, filosofia, gramática, a maioria dos quais foram trazidos ao conhecimento ocidental por tradutores árabes medievais. 

As suas investigações  desenvolveram-se a um tempo na prática e na especulação. Descobriu a medula espinhal. Determinou que há sangue nas artérias e não somente nas veias e advertiu para a importância do pulso. 


wikipedia (imagens)

De pulsibus, da autoria de Galeno. Tratado traduzido para latim

Sem comentários:

Enviar um comentário