terça-feira, 15 de novembro de 2016

15 de Novembro de 1924: O aviador Sacadura Cabral desaparece no Mar do Norte

Oficial da Armada e aviador português, Artur de Sacadura Freire Cabral Júnior nasceu a 23 de Maio de 1881 em Celorico da Beira e morreu de desastre no Mar do Norte em Novembro de 1924, quando voava em direcção a Lisboa, pilotando um avião que se despenhou.  No dia 15 de Novembro de 1924, Sacadura Cabral, e o seu mecânico Pinto Correia, morreram quando, enfrentando condições climatéricas muito adversas, o seu avião caiu (por causas ainda hoje desconhecidas) algures no Mar do Norte, após a saída de Amesterdão e quando se dirigia para Lisboa. Foram mobilizados meios imensos para encontrar e resgatar os seus corpos, no entanto todos os trabalhos foram infrutíferos. 
Sacadura Cabral era filho primogénito de Artur de Sacadura Freire Cabral e de Maria Augusta da Silva Esteves de Vasconcelos.  Após os estudos primários e secundários assentou praça em 10 de Novembro de 1897 como aspirante de marinha e frequentou a Escola Naval, onde foi o primeiro classificado do seu curso. Foi promovido a segundo-tenente em 27 de Abril de 1903, a primeiro-tenente a 30 de Setembro de 1911, a capitão-tenente em 25 de Abril de 1918 e, por distinção, a capitão-de-fragata em1922. Terminado o seu curso, seguiu em 1901, a bordo do São Gabriel, para a Divisão Naval de Moçambique. Serviu nas colónias no decurso da Primeira Guerra Mundial. Foi um dos primeiros instrutores da Escola Militar de Aviação, director dos serviços de Aeronáutica Naval e comandante de esquadrilha na Base Naval de Lisboa. Unanimemente considerado um aviador distintíssimo, pelas suas qualidades de coragem e inteligência, notabilizou-se a nível mundial, ultrapassando as insuficiências técnicas e materiais que na época se faziam sentir. Realizou diversas travessias aéreas memoráveis, notabilizando-se especialmente em 1922, ao efectuar, juntamente com Gago Coutinho, a primeira travessia aérea do Atlântico Sul. Gago Coutinho e Sacadura Cabral foram aclamados, em Portugal e no Brasil, por este feito, tornando-se objecto de múltiplas homenagens. Uma das mais significativas, mas ocorrida postumamente, foi a iniciativa do Banco de Portugal de colocar as efígies dos dois navegadores em papel-moeda.
Sacadura Cabral. In Infopédia [Em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2013. 
wikipedia (Imagens)

Ficheiro:ArturDeSacaduraFreireCabral1.jpg


Gago Coutinho (dir.) e Sacadura Cabral (esq.) a bordo do "Lusitânia", 1922


Placa em homenagem a Sacadura Cabral e Gago Coutinho na Estação São Bento (Porto)

Sem comentários:

Enviar um comentário