quarta-feira, 1 de março de 2017

01 de Março 1810 : Nasce Frédéric Chopin, compositor e pianista polaco

Frédéric (Fryderyk Franciszek) Chopin nasceu em 1 de Março de 1810 na cidade de Zelazowa Wola, ducado de Varsóvia. O seu pai, Mikolaj (Nicolas) Chopin, polaco de origem francesa, era professor de Língua e Literatura Francesa no Liceu de Varsóvia. A sua mãe, Justyna Krzyzanowska, era dona de casa e talentosa pianista, que lhe ensinou as primeiras notas.

Muito cedo, com 7 anos, Frédéric compôs duas ‘polonaises’. Este prodígio foi ressaltado em jornais da cidade e o pequeno tornou-se atracção nos salões aristocráticos da capital.

Dos 13 aos 16 anos, Chopin estudou no liceu, onde o pai leccionava. Colegas de classe provinham das diversas regiões do país o que lhe possibilitou passar as férias nessas localidades. A música tradicional da Polónia,a  sua tonalidade distinta, a riqueza dos seus ritmos e o vigor das danças acompanhariam Chopin para sempre.

No Outono de 1826, Chopin ingressa na Escola Superior de Música, cujo director era o consagrado compositor Josef Elsner. O severo director permitiu que o Chopin se concentrasse no piano, devido  à sua facilidade de improvisação, inclinação a efeitos brilhantes, precisão de composição e compreensão do significado e da lógica de cada nota. Ao concluir os estudos em 1929, Elsner registou num relatório: “Chopin, Fryderyk, estudante de 3º ano, talento excepcional, génio musical”.

Chopin planeia, então, uma longa viagem pelo estrangeiro a fim de ganhar familiaridade com a vida musical na Europa e conquistar certa reputação. É aplaudido calorosamente nos seus concertos. Em Viena, o editor, Tobias Halinger, imprime a  sua primeira obra editada fora da Polónia, Variações sobre um tema de Mozart.

De volta a Varsóvia, dedica-se à composição e escreve os seus dois concertos para piano e orquestra. Dessa época são os seus primeiros nocturnos, estudos, valsas, mazurkas e ‘lied’
Depois de permanecer meses em Viena, Chopin resolve viajar para Paris. Durante a viagem toma conhecimento da queda de Varsóvia nas mãos dos russos. Chega à ‘cidade luz’ no Outono de 1831. Lá encontra muitos de seus compatriotas exilados, recebidos amistosamente.

Em Paris, a reputação de Chopin cresce vertiginosamente. Torna-se amigo de Liszt, Mendelsohn e Berlioz. O grande pianista Friedrich Kalkbrenner – cognominado o “rei do piano” – sabendo da estadia do jovem músico, organiza-lhe um concerto na sala Pleyel em Fevereiro de 1832. O sucesso foi estrondoso. Chopin assina contrato com a mais importante casa editorial da época, a Schlesinger.

O pianista instala-se definitivamente em Paris na condição de emigrado. Algum tempo depois, conhece a escritora francesa Aurore Dudevant, que escrevia sob o pseudónimo masculino de George Sand. A autora de romances audaciosos, seis anos mais velha, divorciada e com dois filhos, oferecia ao artista solitário uma ternura extraordinária bem como cuidados materiais e maternais.

Os amantes passam o Inverno de 1838/1839 na ilha espanhola de Maiorca. Devido às condições climáticas desfavoráveis, Chopin rapidamente adoece e dá os primeiros sinais de tuberculose. Debilitado, ainda assim compõe ali algumas de suas obras-primas: os 24 prelúdios, Polonaise em dó menor, Balada em fá maior, Scherzo em dó bemol menor.

Volta à França na Primavera de 1839, instala-se na mansão de Sand em Nohant, região central do país. Lá permanece até 1846. Foi o período mais feliz e produtivo. A maioria de suas obras mais marcantes foi ali composta.

O amor e a amizade profunda entre Chopin e Sand aos poucos cederam lugar a conflitos cada vez mais sérios, devido principalmente à atitude hostil do filho de George Sand. A separação final ocorreu em Julho de 1847.

Estas dolorosas experiências pessoais foram devastadoras para a criatividade do compositor e para sua saúde física e mental. Abandona quase que completamente a composição e até ao fim da vida escreveria apenas umas tantas miniaturas. Frágil e acossado por uma febre insidiosa, Chopin dá seu último concerto em 16 de Novembro de 1848.
O pianista foi enterrado no cemitério Père-Lachaise. Em respeito à sua vontade,o  seu coração foi retirado e está colocado numa urna na igreja Santa Cruz em Varsóvia.
Opera Mundi
wikipedia (Imagens)






Arquivo: Frédéric Chopin por Bisson, 1849.png

Frédéric Chopin c. de 1849

 Ficheiro:Chopin, by Wodzinska.JPG
Retrato de  Frédéric Chopin - Maria Wodzińska
Arquivo: Chopinradziwill.jpg


Sem comentários:

Enviar um comentário