quarta-feira, 19 de abril de 2017

85.º Aniversário de Fernando Botero

Fernando Botero  é um artista plástico colombiano de estilo figurativo que se consagrou mundialmente com personagens volumosos, tanto nas suas pinturas como nas suas esculturas.
Fernando Botero Angulo nasceu em Medellin, Colômbia, no dia 19 de Abril de 1932. Com 15 anos começou a vender os seus primeiros desenhos. Em 1948 trabalhou como ilustrador para o jornal O Colombiano. Em 1950 graduou-se no Liceu San José de Marinilla. Em 1951 mudou-se para Bogotá onde realizou sua primeira exposição.
Botero participou do Salão dos Artistas Colombianos e ganhou o 2º lugar. Com o dinheiro do prémio partiu para a Europa. Estudou na Escola de Belas Artes de San Fernando, em Madrid. Foi para  França e Itália, onde em Florença estudou História da Arte e as técnicas de frescos, marcando as suas obras com a influência do renascimento italiano.
De volta à Colômbia, em 1955, Botero expõe na Biblioteca Nacional. Nessa época começa a ampliar o volume dos personagens. Em 1957 realiza a sua primeira exposição nos Estados Unidos. Em 1958 é nomeado professor da Academia de Belas Artes, onde permaneceu até 1960. Em visita ao México, estudou os murais dos artistas Diego Rivera, José Clemente, entre outros, que também influenciaram a sua obra.
Em 1961 fixou residência em Nova Iorque, onde em 1965 abriu o seu estúdio. Passou a realizar exposições em diversas partes do mundo. Em 1971 alugou um apartamento em Paris e dividiu o seu tempo entre Paris, Bogotá e Nova Iorque. Em 1973 fixou residência em Paris.
Fernando Botero é um artista muito preocupado com a violência na América Latina, que foi retratada em muitas das suas obras.
Em 2004, Botero realizou uma série de pinturas que retratam as torturas cometidas por soldados norte-americanos contra os prisioneiros de Abu Ghraib. As obras foram expostas em diversos países.
Entre seus trabalhos mais populares, estão as releituras (com volume) de Mona Lisa, de Leonardo da Vinci, adquirida pelo Museu de Arte Moderna de Nova Iorque, e o casal Arnolfini, de Jan van Eyck. Botero doou 200 pinturas e dezenas de esculturas que povoam os parques e praças públicas de Medellin e parte de sua colecção pessoal foi doada ao Museu Botero de Bogotá. As suas obras estão espalhadas por diversas cidades e museus do mundo todo.
wikipédia (imagens)
 
 
 
Fernando Botero.jpg
 
 
Bailarinos - Fernando Botero
 
 
Escultura de Botero em Bogotá
 

Sem comentários:

Enviar um comentário