sexta-feira, 12 de maio de 2017

12 de Maio de 1490: Morre Santa Joana Princesa, filha de D. Afonso V

Santa D. Joana de Portugal,  (também chamada Santa Joana Princesa embora oficialmente apenas seja reconhecida pela Igreja Católica como Beata) (6 de Fevereiro de 1452 — 12 de Maio de 1490) foi uma princesa portuguesa da Casa de Avis, filha do rei D. Afonso V e da sua primeira mulher, a rainha D. Isabel.
Membro da monarquia portuguesa , nasceu em Lisboa e tinha três anos quando a sua mãe faleceu, tendo sido entregue, juntamente com seu irmão, futuro D. João II, aos cuidados de D. Brites de Meneses. Recebeu uma educação humanista com a sua tia D. Filipa de Lencastre (a irmã mais nova da Rainha D. Isabel, casada com d. Afonso V). A princesa, para além de contar com uma boa biblioteca, usufruiu da companhia de importantes letrados. Enquanto o seu pai e irmão combatiam em Arzila, foi-lhe confiada a regência do reino (1471). Quando regressaram, a princesa pediu ao rei para professar num mosteiro da sua escolha e entrou no mosteiro de Odivelas. Em 1472 D. Joana trocou o mosteiro de Odivelas pelo mosteiro dominicano de Jesus em Aveiro, após recusar veementemente várias propostas de casamento. Ainda assim, ela foi obrigada várias vezes a deixar o convento e voltar à corte. Ela recusou uma proposta de casamento de Carlos VIII de França, 18 anos mais novo que ela. Em 1485, ela recebeu outra oferta, do recém-viúvo Ricardo III de Inglaterra. No entanto, Ricardo morreu em combate, do qual Joana supostamente teve um sonho profético. Joana nunca chegou a professar votos de freira dominicana por ser princesa real e potencial herdeira do trono. No entanto viveu a maior parte da sua vida no Convento de Jesus de Aveiro, desde 1475 até à sua morte, seguindo em tudo a regra de vida e estilo das monjas.Tomou o hábito em 1475 sem professar votos solenes. O príncipe e o bispo D. Garcia convenceram-na a desligar-se dos votos de clausura. Iconograficamente surgem três coroas nas suas representações, simbolizando as suas sucessivas recusas de casamento.
O rei D. Afonso V proveu o mosteiro de muitos bens e em 1485 D. João II doou o senhorio de Aveiro à infanta, que por sua vez promoveu o alargamento dos bens pertencentes ao mosteiro. A princesa morreu em Aveiro no dia 12 de Maio de  1490. Foi beatificada em 1693 e canonizada em 1756.
Santa Joana Princesa. In Infopédia [Em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2014.
wikipedia (imagens)
Infanta D. Joana de Portugal, conhecida como Santa Joana Princesa
Chegada de D. Afonso V de Arzila, conversando com a filha - Manuel Ferreira e Sousa

Sem comentários:

Enviar um comentário