terça-feira, 23 de maio de 2017

23 de Maio de 1934: Morrem Bonnie Parker e Clyde Barrow, numa emboscada da polícia em Bienville Parrish, Louisiana

No dia 23 de Maio de 1934, dois famosos criminosos norte-americanos, procurados em todos os EUA, foram mortos num tiroteio com a polícia em Louisiana.
Clyde Chestnut Barrow, ou, como preferia apresentar-se, Clyde Champion Barrow, nasceu em Teleco, no Texas, em 1909, e começou a carreira criminosa roubando um peru, aos 16 anos. Logo seguiram-se os furtos em lojas, residências e o roubo de um carro.
Bonnie Parker nasceu em 1910. Aos 18 anos, já tinha um casamento fracassado (casara-se aos 16). Na escola, havia sido premiada várias vezes por escrever poesias e peças de teatro. Os dois conheceram-se em 1928, provavelmente na casa de uma amiga comum.
Depois de se conhecerem, Clyde foi preso e condenado a dois anos de reclusão. Ela contrabandeou um revólver para dentro da cela, ajudando-o a fugir. Poucas semanas depois, no entanto, ele voltou a ser preso e, desta vez, condenado a 14 anos de cadeia.
O casal, que entrou para a história como "Bonnie & Clyde", ficou famoso na época da depressão económica por assaltar bancos e postos de gasolina. Ficaram conhecidos não só pela carreira criminosa e talento para fugir da polícia, como também pelo romance entre os dois, que fascinou o mundo.
Bonnie saiu da prisão em 1932, depois de dois anos de reclusão. Foi a partir daí que surgiu o casal Bonnye & Clyde. A denominada Bloody Barrow Gang fazia tremer o comércio: sinónimo de brutalidade impiedosa, mas também vista como um sinal de revolta contra a miséria, em tempos de crise. Em 1932 houve o primeiro assassinato. O grupo estava em fuga permanente, roubando cada vez mais carros e estando cada vez mais fortemente armados. Seguiram-se 14 assassinatos e várias fugas espetaculares dos cercos da polícia. Todo o país acompanhava os passos do bando.
No começo do ano de 1934, Bonnie e Clyde libertaram três companheiros do gangue da prisão. O director desse estabelecimento prisional, Frank Hamer, preparou uma armadilha mortal contra a dupla.
Ele contactou o pai de um dos rapazes do gangue e acertou a possibilidade de redução da pena, se este colaborasse na prisão do duo. O golpe deu certo. Acreditando tratar-se de uma avaria no carro do cúmplice, Bonnie e Clyde pararam para socorrê-lo, e foram atacados por seis franco atiradores. A salva de tiros acabou com as suas vidas, mas iniciou uma lenda.


 Fontes: Opera Mundi
 wikipedia (imagens)
Bonnie Elizabeth Parker
Bonnieclyde f.jpg
Bonnie Parker and Clyde Barrow


 

Sem comentários:

Enviar um comentário