segunda-feira, 26 de junho de 2017

26 de Junho de 1945: É assinada a Carta das Nações Unidas.

No dia 26 de Junho de 1945, no encerramento da Conferência de São Francisco, foi assinada por 50 países a Carta das Nações Unidas, fixando os estatutos da comunidade de nações.

A ideia de criar uma comunidade de países veio à tona ainda durante a Segunda Guerra Mundial e foi defendida pelo presidente norte-americano, Franklin Roosevelt, e o primeiro-ministro inglês, Winston Churchill. O objectivo era uma aliança para garantir a paz, nos moldes da Sociedade das Nações, que fracassara após a Primeira Guerra Mundial.
O nome "Nações Unidas", concebido pelo presidente Roosevelt, foi empregado pela primeira vez na Declaração das Nações Unidas, no dia 1 de Janeiro de 1942, durante a Segunda Guerra. Na ocasião, os representantes de 26 países estabeleceram um compromisso, em nome dos seus governos, de prosseguir em conjunto a luta contra os países do Pacto Antikomintern (as "potências do Eixo", Alemanha, Japão e Itália).
A Carta das Nações Unidas foi redigida pelos representantes de 50 governos, reunidos em São Francisco, nos EUA, entre 25 de Abril e 26 de Junho de 1945, na Conferência das Nações Unidas sobre Organização Internacional. Os delegados basearam os  seus trabalhos nas propostas formuladas pelos representantes da China, Estados Unidos, Reino Unido e União Soviética, em Dumbarton Oaks, entre Agosto e Outubro de 1944.
A carta foi assinada a 26 de Junho de 1945 pelos 50 representantes. A Polónia, ausente na ocasião, foi integrada mais tarde. Oficialmente, o Dia das Nações Unidas é comemorado a 24 de Outubro. Nesta data, em 1945, a Carta entrou oficialmente em vigor.
A China, Estados Unidos, França, Reino Unido e União Soviética obtiveram uma representação permanente e o direito de veto no Conselho de Segurança. A ONU é uma organização intergovernamental, com sede em Nova Iorque, EUA.

 Fontes: DW
 wikipedia (imagens)
Cerimónia de assinatura da Carta das Nações Unidas - Fonte: Linha do Tempo

Sem comentários:

Enviar um comentário