domingo, 20 de maio de 2018

20 de Maio de 1898: Inauguração do Aquário Vasco da Gama

O projecto do Aquário Vasco da Gama foi concebido no contexto das comemorações do "IV centenário da  descoberta do Caminho Marítimo para a Índia", com o apoio do rei D. Carlos , pioneiro da Oceanografia em Portugal.
Foi inaugurado no dia 20 de Maio de 1898, na presença do soberano. Estavam expostas, além das espécies que passaria a exibir normalmente, as colecções zoológicas reunidas durante as campanhas oceanográficas que o monarca empreendera a bordo do iate real "D. Amélia".
Inicialmente contava apenas com um piso, sendo-lhe acrescentado um segundo por volta de 1916, quando se beneficiou de grandes remodelações.
Com o término das comemorações, o Aquário passou para as mãos do Estado português, que entregou a administração e a exploração à Sociedade Portuguesa de Geografia. Por falta de recursos, até 1901, o Aquário esteve praticamente sem orientação técnica, degradando-se. A partir dessa data, o Governo entregou-o ao Ministério da Marinha, nomeando como director um conceituado jornalista, Armando Silva, que alimentava profundo interesse pelas Ciências Naturais.
Em 1908, a Sociedade Portuguesa de Ciências Naturais instalou-se no Aquário, com a direcção do professor Almeida Lima. 
Em 1898 na altura da inauguração do Aquário Vasco da Gama, o rei D. Carlos realizou, numa das salas, uma exposição temporária com os espécimes zoológicos por ele recolhidos nas campanhas oceanográficas de 1896-1897. Curiosamente esses mesmos espécimes regressariam anos mais tarde ao Aquário Vasco da Gama, integrando a Colecção Oceanográfica do Rei Dom Carlos I, enriquecendo de tal forma o Museu, que ainda hoje este é essencialmente conhecido pelos espécimes raros associados ao monarca oceanógrafo.Com o passar dos anos o Museu foi reunindo outros espécimes biológicos, num conjunto que hoje se designa genericamente Colecção Aquário Vasco da Gama, e que inclui sobretudo moluscos, peixes marinhos, peixes de água doce, aves aquáticas, tartarugas e mamíferos marinhos.
Fontes: http://ccm.marinha.pt/
Câmara Municipal de Oeiras
wikipedia (imagens)




Sem comentários:

Enviar um comentário