sexta-feira, 27 de novembro de 2020

27 de Novembro de 1895: Morre Alexandre Dumas, filho, escritor francês, autor da obra: "A Dama das Camélias"

 Alexandre Dumas, filho, nasceu em Paris no dia  27 de Julho de 1824 e morreu em Marly-le-Roi, a 27 de Novembro de 1895.  Alexandre seguiu os passos do seu progenitor (Alexandre Dumas, pai) e tornou-se  um conceituado autor de livros e peças de teatro. Alexandre era filho ilegítimo de Marie-Catherine Labay, uma costureira, e do escritor Alexandre Dumas. Em 1831 foi reconhecido legalmente pelo seu pai que lhe assegurou uma boa educação na Instituição Goubaux e no Colégio Bourbon. As leis da época permitiram que Dumas pai retirasse o filho da presença materna. A agonia da sua mãe inspirou-o a escrever sobre personagens trágicas femininas. Em 1844 Dumas filho mudou-se para Saint-Germain-en-Laye para viver com o seu pai. Lá, conheceu Marie Duplessis, uma jovem cortesã que lhe deu a inspiração para o romance A Dama das Camélias, uma das grandes intérpretes dessa obra no teatro foi Sarah Bernhardt. O referido romance é a base para ópera La Traviata de Giuseppe Verdi.

Em 1864, Alexandre Dumas filho casou-se com Nadeja Naryschkine, com quem  teve uma filha. Após o falecimento da primeira esposa, casou-se com Henriette Régnier.
Durante a sua vida, Dumas filho escreveu outros doze romances e diversas peças. Em 1867publicou o romance, "L'affaire Clemenceau", considerado por muitos como uma das suas melhores obras. Em 1874 foi admitido na Académie française e em 1894 ganhou a Légion d'Honneur.
Alexandre Dumas, filho, morreu em Marly-le-Roi, no dia  27 de Novembro de 1895 e foi sepultado em Paris.
Wikipédia (imagens)
Alexandre Dumas fils.jpg



Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.