terça-feira, 24 de abril de 2018

24 de Abril de 1507: Martin Waldseemüller utiliza pela primeira vez a expressão "América" para o Novo Mundo

No dia 24 de Abril de 1507 poucos foram os que prestaram atenção à impressão em Saint-Dié de um documento de cartografia. Era um comentário anexado a um grande mapa-múndi intitulado Universalis Cosmographiæ e desenhado pelo monge geógrafo Martin Waldseemüller.

Quinze anos depois de Cristóvão Colombo ter chegado às Antilhas, este documento com tiragem de mil exemplares iria revolucionar a percepção que os homens tinham do seu planeta mostrando as terras descobertas pelo navegador genovês e que constituíam um Novo Mundo e não apenas um apêndice da Ásia. Por uma singular injustiça do destino, esse Novo Mundo assumiria o nome de um navegador de Florença sem maiores méritos.
O comentário estava dividido em duas partes. A primeira descrevia o projecto de uma nova geografia. A segunda transcrevia em latim a carta pela qual o navegador  Américo Vespúcio narrava as suas viagens. No capítulo IX da Introdução à Cosmografia, pode-se ler em latim a acta de baptismo de um novo continente: “Hoje essas partes da Terra – Europa, Ásia e África – foram mais completamente exploradas e uma quarta parte foi descoberta por Américo Vespúcio como veremos adiante. E como a Europa e a Ásia receberam nomes de mulheres, não vejo nenhuma razão para não chamar essa outra parte de América, ou seja, terra de Américo, segundo o homem sagaz que a descobriu. Poderemos informar-nos exactamente sobre a localização dessa terra e sobre os costumes dos seus habitantes pelas quatro viagens de Américo que seguem.”

Numa das margens estava impressa pela primeira vez a palavra América, fadada a um imenso destino.

Em Junho de 1498, depois de Colombo e de alguns outros navegadores como o espanhol Alonzo de Ojeda, uma esquadra explora o Oceano Atlântico por conta do rei Fernando de Aragão, acostando na Florida, entre a baía de Chesapeake e o actual cabo Canaveral.

A esquadra é comandada por Juan Diaz de Solis e por Vincent Pinzon, quem comandara a Niña aquando da primeira viagem de Colombo. A seu lado figurava um homem de 46 anos, filho de uma rica família de Florença, Américo Vespúcio.

A família de Américo estava ligada aos Médicis que governavam a República de Florença. O navegador teve o cuidado de enviar cartas e documentos a Lourenço de Médicis a fim de informá-lo das suas viagens.

A sua carta,  intitulada  “Mondus Novus”, é um relato destinado a leitores cultos mas que não conheciam técnicas de navegação. Granjeou bastante sucesso, especialmente porque contava histórias sobre a vida sexual dos indígenas.
Martin Waldseemüller, toma conhecimento, no mesmo ano, da carta de Américo. O cartógrafo tratou de actualizar os seus mapas e explicou que as novas terras deveriam ser nomeadas segundo os seus descobridores.
Américo Vespúcio nasceu em Florença em 1452 numa família bastante rica. Terceiro filho de Nastagio e Lisa Vespúcio, estudou Platão, Virgílio, Dante e Petrarca. Por volta de 1491, foi enviado a Sevilha como agente dos Médicis, o que lhe permitiu entrar em contacto com o banqueiro Gianetto Berardi, financiador de diversas expedições marítimas espanholas.

Vespúcio encontra-se com Colombo na casa de Berardi e  interessa-se pela navegação, a cartografia e a cosmografia. Participa do recrutamento das frotas de Colombo e não tarda ele mesmo a buscar o mar. Morreu em 1512.

Em 1513, seis anos após a primeira publicação de um mapa indicando a existência de um Novo Mundo, Martin Waldseemüller publica uma actualização pelo editor Jean Schott, de Estrasburgo.

Curiosamente, sobre esta nova carta conservada pela Biblioteca Nacional e Universitária de Estrasburgo, o nome “América” é substituído por “Terra Incógnita” e somente o nome de Colombo é mencionado. Todavia, já era muito tarde para modificar a prática nascida da publicação de 1507.

Em 1538, o cartógrafo flamengo Mercator retoma o nome “América” num dos seus mapas. O Novo Mundo seria baptizado a partir de então e para a eternidade como América.
Fontes: Opera Mundi
wikipedia (imagens)

Ficheiro:UniversalisCosmographia.jpg
Mapa Universalis Cosmographia(1507), Martin Waldseemüller
File:Waldseemuller map closeup with America.jpg
Detalhe do mapa de Martin Waldseemüller com a palavra América

Sem comentários:

Enviar um comentário