quinta-feira, 14 de junho de 2018

14 de Junho de 1800: Trava-se a Batalha de Marengo

Na Batalha de Marengo (14 de junho de 1800) as forças da Primeira República Francesa de Napoleão Bonaparte forçaram o recuo dos Habsburgo austríacos comandados pelo general Michael von Mellas, que havia atacado de surpresa as cercanias da cidade de Alessandria, no Piemonte, Itália. A vitória napoleónica expulsou os austríacos do território que é hoje o norte da Itália e aumentou o prestígio bélico do general francês.

O exército francês dispunha de 15 mil homens contra 20 mil do seu oponente. Os austríacos tinham uma nítida vantagem em termos de armamento e de cavalaria. Os franceses disputaram cada centímetro de terreno, obrigando as desorganizadas tropas austríacas a retirar momentaneamente. Às 11 horas da manhã, Napoleão, que se encontrava a alguma distância do campo de batalha, convenceu-se que teria que enfrentar o exército austríaco. Pouco depois das 14 horas, a divisão Monnier entra em ação e expulsa o inimigo do castelo de Ceriolo. Os confrontos sucederam-se até à noite com vitórias e derrotas de ambas as partes, porém os franceses saem vitoriosos. No dia seguinte, Mellas assinou a Convenção de Alexandria, que entregava a Napoleão a Alta Itália até ao Míncio. Napoleão consolidava assim as posições francesas, e o seu feito faz-se sentir por toda a Europa pelos Tratados de Luneville (1801 - Áustria) e Amiens (1802 - Inglaterra).      
Batalha de Marengo. In Infopédia [Em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2013.
wikipedia (Imagens)


Batalha de Marengo - Louis François Lejeune
Ficheiro:Lejeune - Bataille de Marengo.jpg

Sem comentários:

Enviar um comentário