terça-feira, 3 de julho de 2018

03 de Julho de 1935: Morre André Citroën

Gravemente doente, André Citroën morreu no dia 3 de Julho de 1935, um homem que mudou a forma de ver a produção automóvel na Europa. 
André Gustave Citroën nasceu em Paris no dia 5 de Fevereiro de 1878. Este engenheiro, de origem judaica, cuja família tinha ligações ao negócio dos diamantes, chegou a França muito jovem, André Citroën foi o 5º. e último filho de Levie Citroën e de Mazra Kleinmann, polaca de Varsóvia. Era também parente do filósofo britânico A.J. Ayer. A família mudou-se para Paris, a partir de Amesterdão, em 1873.  
 André tinha uma paixão pelas obras do visionário Jules Verne, que adoptou como filosofia de uma vida marcada pela aposta na inovação. 
Durante a I Grande Guerra, teve um papel importante na indústria de armamento. No final do conflito reconverteu as suas fábricas para produzir automóveis. Adoptou a produção em série que Henry Ford desenvolveu nos EUA e surpreendeu o mercado com arrojadas propostas de marketing, que ajudaram a afirmar o nome da Citroën.
Fontes: https://www.aquelamaquina.pt
wikipedia (imagens)


André Citroën
Engrenagem com dentes em V, que inspirou o emblema e logo da Citroën

Sem comentários:

Enviar um comentário